Vigilância ambiental no combate ao Aedes aegypti

por Imprensa
Acessos: 86

A equipe de agentes de combate a endemias realizou na manhã da quarta-feira, dia 06/02, mais uma atividade junto aos alunos do Projeto Lazer e Cidadania, no 8° batalhão da brigada militar.
Foram realizadas palestras sobre o trabalho no município de Osório contra o Aedes aegypti e sobre Acidentes com Animais Peçonhentos.
"Ao perguntar por que encontramos ainda tantas pessoas que não cooperam com a higiene e destruição de focos de águas paradas, que não limpam os potes de água dos cães, que não trocam a água das piscinas, que não vedam a caixa d'água, as crianças disseram: Preguiça, doutora! Deixam para os agentes fazerem o que o cidadão tem que dar conta!", destacou a Med. Vet. Anne Marth.

Em 2019 já foram encontrados 6 focos de Aedes aegypti. Essa semana está sendo realizado o LIRAa, Levantamento de Indice Rápido do Aedes aegypti. Essa metodologia determina o nível de infestação a cada 100 imóveis visitados.

No Rio Grande do Sul, já foram identificados 02 casos de Dengue autóctones: um em Panambi e outro em Cândido Godói.

Osório não registra nenhum caso de Dengue, Zika ou Chikungunya.
Contamos com a parceria de todos os moradores.
"Osório contra a Dengue"